20 de maio de 2019/POR Carol Soares

Entre os dias 4 e 7 de novembro de 2019, Lisboa recebe a 11ª edição do Web Summit, uma das maiores conferências anuais de tecnologia do mundo (veja aqui: 10 opções alternativas para quem não vai ao SXSW 2019).

Levaremos um grupo de profissionais das indústrias criativas para o festival, como parte do OCLB Travel, nosso programa de viagens e experiências imersivas para os mais admirados festivais do mundo (saiba mais e como participar aqui).

Se você ainda não conhece, veja a seguir o que é, para quem e quanto custa ir para o Web Summit.

O que é o Web Summit?

Fundada em 2009 na Irlanda (como Dublin Web Summit) pelo trio Paddy Cosgrove, David Kelly e Daire Hick, mudou-se em 2016 para Portugal, com grande incentivo do governo e da Câmara Municipal de Lisboa, incluindo o compromisso de sediar o evento até 2028.

Na última edição (2018), aproximadamente 70 mil pessoas de mais de 160 países participaram do evento.

5 November 2018; Antonio Guterres, United Nations Secretary-General, on Centre Stage, during the Web Summit 2018 Opening Ceremony at the Altice Arena in Lisbon, Portugal. Foto: Sam Barnes/Web Summit via Sportsfile

Mais de 1200 palestras acontecem durante os 4 dias de festival (veja aqui os 200 primeiros palestrantes anunciados para a edição de 2019).

As apresentações acontecem em 21 palcos do Altice Arena, um dos maiores centros de convenções da Europa.

Entre as personalidades que já passaram pelo festival: Stephen Hawking, Al Gore, Elon Musk, Tony Blair, François Hollande, Garry Kasparov, Wyclef Jean e (o onipresente) Ronaldinho.

Para quem é o Web Summit?

A Forbes disse que “o Web Summit é a maior conferência de tecnologia do mundo”. Bloomberg o chamou de “Davos para geeks”. E o The Guardian, “Glastonbury para geeks”.

7 November 2018; Attendees eat lunch during day two of Web Summit 2018 at the Altice Arena in Lisbon, Portugal. Foto:David Fitzgerald/Web Summit via Sportsfile

Por essência, o Web Summit é voltado para profissionais das indústrias tecnológicas, startups e empreendedores.

Networking, inovação e negócios são as palavras-chaves do Web Summit. Em 2018, aproximadamente 1.500 startups e 1.300 investidores participaram da conferência.

Entre os primeiros nomes anunciados para a edição de 2019, surpreende o número de palestrantes da chamada “C-Suite” (CEOs, CMOs, CTOs, CIOs etc). Altos executivos da Microsoft, Tinder, X-Box, Intel, Booking.com, Hulu, Canva e Burger King figuram entre os headliners deste ano.

Mais um dia de sol no Web Summit 2018. Foto: Divulgação

Mas engana-se quem espera assistir apenas cases de tecnologia, empreendedorismo e negócios. O Web Summit possui 24 tracks (ou trilhas temáticas), cada uma batizada com uma identidade e nome próprio. É como se cada uma fosse um bairro da “cidade Web Summit”.

Entre elas, vale destaque as tracks Content Makers (voltada para a indústria da mídia e comunicação), Modum (futuro da moda), Sports Trade (tudo sobre esportes), Music Notes (showbusiness e a indústria musical), Talk Robot (Inteligência artificial e robótica), Planet:Tech (sustentabilidade e meio ambiente), HealthConf (indústria da saúde), MoneyConf (fintech) etc.

10 July 2018; Sophia The Robot, Hanson Robotics, prior to going on Centre Stage during day one of RISE 2018 at the Hong Kong Convention and Exhibition Centre in Hong Kong. Foto: Stephen McCarthy / RISE via Sportsfile

Ou seja, vale a pena pesquisar as tracks no site do Web Summit pra ver se tem uma que é a sua cara.

Quanto custa ir para o Web Summit?

Afinal, quanto custa ir para o Web Summit? Numa conta rápida:

. Passagem São Paulo – Lisboa – São Paulo (voo direto e sem conexões): R$ 4.500

. Hospedagem em hotel 3 estrelas (5 diárias, quarto individual): R$ 2.800

. Ingresso (individual): R$ 2.370

. Custo médio diário para alimentação, locomoção, eventos e drinks (networking): R$ 2.700 (80 euros x dia)

. Seguro saúde internacional: R$ 160,00

TOTAL (estimativa, considerando a cotação do euro de R$ 4.60 em 20/05): R$ 12.530,00

OCLB Travel Web Summit Lisboa 2019

Anote as datas: de 02 a 08 de novembro de 2019.

Você pode viajar sozinho. Você pode comprar sua passagem e reservar seu hotel em dois cliques. Mas você também pode transformar essa viagem em uma jornada de aprendizagem única e especial.

Depois de muitos anos participando de festivais de inovação, podemos afirmar que a melhor maneira de aproveitar a experiência deste festival é através da troca de informações em grupo.

Após produzirmos com sucesso o programa ØCLB travel SXSW 2019, decidimos levar esta experiência para Lisboa durante o Web Summit. Além de acompanharmos este festival há alguns anos, já moramos na cidade e temos imenso prazer em compartilharmos as experiências mais fixes de lá.

Rooftops e experiências gastronômicas em Lisboa. Foto: Seb Daly / RISE via Sportsfile

Nosso programa inclui as hospedagens (6 diárias), ingressos, um jantar de boas-vindas e um dia de vivência e exploração da indústria de vinhos portuguesa (degustações incluídas, claro).

Degustação de vinhos no OCLB Travel Lisboa 2018

Mais que isso, ao fazer parte do OCLB Travel, você recebe nosso treinamento pré-evento, incluindo uma curadoria de conteúdos (do Web Summit) e de experiências (em Lisboa). Tudo isso para que você acelere seus aprendizados com uma jornada personalizada única, aplicada aos seus interesses e negócios.

Clique aqui para mais informações. Esperamos nos encontrar em Lisboa!