17 de abril de 2017/POR Franklin Costa

A experiência gastronômica do Coachella vem ganhando muita força nos últimos anos. 

O próprio Paul Tollett, fundador do festival e presidente/CEO da Goldenvoice, reforçou o crescimento exponencial da área de alimentação neste e em outros de seus eventos durante a palestra “From Monterey Pop To Coachella”, no último SXSW (leia aqui: 10 Painéis Para Entender o Futuro dos Festivais no SXSW).

Um sonho de praça de alimentação

Paul comentou, por exemplo, que o Desert Trip (aka Oldchella) surgiu através de uma procura crescente e cada vez mais variada de experiências sofisticadas em suas produções.

Da mesma forma que os lineups passaram a se tornar maiores, mais ecléticos e nichados, hoje existe um público que busca experiências sensoriais que incluem também o paladar, além da visão e audição.

E isso não é só coisa de gringo. Taí o sucesso dos food trucks e Chef’s Stage no Lollapalooza Brasil para comprovar a teoria (leia aqui: Seria a Comida o Novo Rock & Roll?)

A seguir, veja algumas das opções surreais e de encher a boca d’água que estarão disponíveis nesta edição do Coachella.

Nota: das 45 marcas de restaurantes, fast foods, docerias, lojas de sucos etc, 32 delas estão disponíveis somente na área VIP.

Gastronomia no Coachella 2017

Frango oriental ao molho de laranja do restaurante Fat Dragon. Foto: Neil Husvar

Porco fatiado com arroz do Little Fatty. Foto: Neil Husvar

Burrito Mamacita Peruvian do Ricardo Zarate. Foto: Neil Husvar

Paper Planes, do Chef Alvin Cailan. Queijo derretido sobre batatas empanadas fritas. Foto: Neil Husvar

Tacos do mexicano Trejo. Foto: Neil Husvar

Sweet Comforts, panquecas artsy, uma das apostas do ano. Foto: Neil Husvar

Coconut Ice cream de nitrogênio do Wolf. Foto: Neil Husvar

Hotdog gourmet do Nomantruck. Foto: Neil Husvar

Poutine de frango do Badmaash. Foto: Neil Husvar