SXSW 2017: Guia Prático De Sobrevivência - Pulso

SXSW 2017: Guia Prático De Sobrevivência

O BÁSICO

O SXSW é o maior festival de inovação, tecnologia e criatividade do mundo. Sediado em Austin, Texas, sua 31ª edição acontece entre 10 e 19 de março de 2017.

Divide-se em 3 micro-cosmos:

SXSWi (de 10 a 14/03) – Onde discute-se o presente e o futuro da humanidade, do planeta Terra e de outros também. Aqui o Twitter, Foursquare e Medium foram lançados, celebridades como o ex-presidente dos EUA Barack Obama e os fundadores do Google dão palestras, unicórnios nascem e o normal é ficar olhando para o celular.

SXSW Film (de 10 a 18/03) – Executivos do showbiz de Hollywood e a produção indie do cinema-cabeça convivem numa improvável mistura que faz jus ao lema de Austin: ‘keep it weird’.

SXSW Music (de 13 a 19/03) – Uma orgia hiperbólica de sons, festas secretas, shows ao vivo e hipsters barbudos. Em 2016, mais de 2000 artistas se apresentaram durante esta etapa do festival.

É impossível explicar o SXSW em palavras. É preciso vive-lo para entender. Mas esse mapa das tracks é o ponto de partida para não se perder:

HACKEANDO O SXSWi EM 10 PASSOS

  • Planeje-se com antecedência! Não deixe pra escolher suas sessions no dia.
  • Siga o Medium do Hugh Forrester, Chief Programmer Officer do SXSWi e acompanhe suas indicações. É o melhor curador que você pode ter.
  • Escolha suas tracks favoritas pelo app oficial do festival e marque as que você não quer perder de jeito nenhum.
  • Escolha 1 session pela manhã e 1 pela tarde imperdíveis. Veja quais as outras acontecem no mesmo local. Elas provavelmente fazem parte da mesma track.
  • Dê preferência para escolher as sessions por local. Evite perder tempo deslocando-se entre um lugar e outro. Aliás, procure opções alternativas no mesmo local. Pode ser que sua primeira opção fique lotada (releia o primeiro passo).
  • Para sessions de 1 hora, se você busca profundidade, dê preferência para aquelas com um (solo) ou dois palestrantes (dual).
  • Acredite em sessions de 20 minutos. As vezes, vale mais a pena ir em duas destas que em uma de 1 hora (especialmente depois de sair de uma com a cabeça explodindo de informações).
  • Falando nisso, a cabeça fica bem cheia pela tarde… Deixe as sessions mais leves pro fim do dia.
  • Workshops quase sempre precisam de RSVP, duram horas, são hands on e só valem a pena se você se interessar muito pelo assunto (ou .
  • Escolha um dia pra ignorar todas as dicas acima e se jogar aleatoriamente nas sessions. Abrace a serendipidade!

O ESSENCIAL

Chip/Sim Card

Não tem erro, vai na AT&T na W 5th com a Baylor St. O plano mensal custa 45 dólares (+ taxas) e é uma das poucas lojas que os vendedores fazem toda a instalação pra você. Rola wi-fi em todas as locações do SXSWi (no Music, não). Mas vale garantir seu sinal entre uma caminhada e outra.

Que Levar

. Bolsa / mochila. Para carregar água e brindes que você vai receber andando de um lado pro outro.

. Capa de chuva. O tempo de Austin faz jus à sua fama… can be weird.

. Tênis confortáveis. Você vai andar bem, acredite.

. Protetor solar e labial. De noite, pode rolar frio, vale levar um casaco (as salas do ACC costumam ligar o ar-condicionado no talo). Além disso, como o clima da cidade é super seco, a pele e garganta podem sofrer um pouco.

. Carregador de celular. Se puder, carregadores portáteis também (dica: todos os anos, a Mophie monta um stand na Trade Market do SXSWi com vendas promocionais).

. Cabos. Para seu Ipad, notebook, celular etc.

. Cartões de visita. Evite usar seu celular pra tirar fotos e abrir / fechar apps que não sejam suas redes sociais, email e o oficial do festival.

. Lanches saudáveis. Barras de cereais, castanhas, sanduíches naturais… dá pra comprar tudo no Wholefoods (veja mais abaixo). Evite a fome do meio do dia ou meio da tarde, você vai precisar de foco para aproveitar o máximo das sessions.

Para Ir e Vir

. Pedicabs. Ciclistas ocupam as ruas da cidade oferecendo carona entre um lugar e outro. Não se empolgue… mesmo dizendo que você pode pagar o que quiser, existe um mínimo esperado e vale evitar surpresas.

. Ônibus. Cheque os preços e mais infos aqui.

. Carro próprio ou alugado. Sobre estacionamentos: tente chegar o mais cedo possível para pegar os do centro, tem um perto do Austin Convention Center (veja aqui)

. Bicicletas. Dependendo de onde esteja, é a boa para quem vai e volta do evento (considere o fator cerveja e happy hour, vale um capacete!)

. A pé. O que provavelmente você e eu mais faremos.

Nota: desde 2016, o conselho da cidade baniu o Uber e o Lyft. Os apps peer-2-peer mais usados são o Fasten, Austin Ride e o Fare (só disponível para download com uma conta nos EUA).

Para Comer

. Wholefoods. Conheça a sede da maior rede de supermercados orgânico dos EUA. Prepare-se para deixar um bom dinheiro lá…vale a pena.

. Koriente. O melhor custo x benefício para uma comida saudável perto do ACC, com muitas opções vegetarianas. Prepare-se pra fila…

. Churrasco – O Stubs é onde tradicionalmente rola a festa de fechamento do Sxswi. O super famoso Franklin é uma “experiência”…  Tem que ir de carro, chegar cedo e ficar numa fila de algumas horas… quem foi, jura que vale a pena a espera. Mas se eu fosse você me jogava nesta ótima lista do Chicken or Pasta.

. Le Cafe Crepe – Boa opção para um café da manhã reforçado pertinho do ACC. O omelete de lá é uma delícia.

. Tacos, tacos, tacos – Simplesmente a comida semi-oficial do SXSW. When it comes to breakfast tacos, Austin trumps all other American cities” (veja aqui algumas opções).

. Foodtrucks – Outra tradição de Austin, se você não comer em um foodtruck, não terá conhecido a cidade. Confira o mapa da mina.

. Comida de graça – É possível passar um ou mais dias comendo e bebendo no SXSW sem pagar nada. Pra isso, é preciso ficar ligado no twitter. Fiz uma lista em 2013 que ainda tá valendo, segue lá.

. Muitas outras opções incríveis, especialmente fora do fervo do centro. Vale checar o Yelp. .

Warm-up SXSW Music

. A playlist oficial do SXSW é o ponto de partida.

. Para aprofundar a pesquisa, se joga no Music Bloggers Guide to SXSW 2017.

Dando um tempo de SXSW

Para um bom aproveitamento do SXSW, dê um respiro na programação. Conhecer a ‘capital mundial da música ao vivo’ é entender porque o festival é a cara de Austin e vice-versa (Leia aqui: Porque o Inhotim Deveria Fazer Seu Próprio Festival e Não Trazer o SXSW para Cá):

. A 6th St é onde rola o fervo da cidade pela noite. Vale o confere, especialmente se é sua primeira vez. Mas aconselho não perder muito tempo por lá… É o “programa turistão” dos participantes do SXSW.

. A Congress, onde fica o cinema Paramount Theatre, famoso pelas sessões de tapete vermelho, reúne bons cafés e lojinhas pra compras. Mais legal ainda é a parte Sul da Congress (abaixo do rio), onde rolam alguns dos melhores lugares para comer e beber em Austin (Magnolia Cafe e o Hopdoddy são infalíveis!).

. Se você como eu coleciona discos de vinil, a Waterloo Records é parada obrigatória. Prepare-se para gastar um BOM dinheiro lá. Fica do lado do Wholefoods e durante o SXSW Music rolam vários shows irados no estacionamento.

. Nos últimos 3 anos, a HBO apresentou uma exposição do Game of Thrones melhor que a outra. Prepare-se para filas.

. A rede de cinemas Alamo Drafthouse, orgulho de Austin e xodó dos cinéfilos. É a experiência mais foda de cinema que já conferi. Vale muito a pena!

**

Estarei pela área durante o SXSW até o dia 20/03. Se tiver alguma dúvida ou quiser tomar um café, só me mandar uma mensagem ou sinal de fumaça: franklin@somosmana.com.br / Facebook / Twitter .

Posts Relacionados