O Que Comer e Beber Antes, Durante e Depois de um Festival - Pulso

O Que Comer e Beber Antes, Durante e Depois de um Festival

Dependendo do festival, gastamos quase tantas calorias quanto correr uma maratona (leia aqui: Frequentar Festivais Faz Você Perder Milhares de Calorias). É preciso condicionamento físico comparável a de um atleta para aguentar horas de caminhadas entre palcos ou aqueles momentos que você não pensa em fazer outra coisa senão dançar.

Bati um papo com a nutricionista Priscilla Peixoto (CRN 09100645) – especialista em obesidade e emagrecimento (UFG), alimentos funcionais e nutrigenômica (UES) e prescrição de fitoterápicos e suplementação clínica e esportiva (USCS) – para entender como se alimentar antes, durante e depois de um festival.

Pris2

Preste atenção nestas preciosas dicas e comece desde já a se preparar!

(Pulso) Considerando que andamos uma média de 9 a 14km por dia de festival, além de dançarmos e ficarmos horas em pé, um festival é quase uma maratona. Como se preparar? 

Priscilla Peixoto: Manter hábitos saudáveis, como prática regular de atividade física e uma alimentação balanceada, vai nos ajudar a enfrentar a maratona sem grandes complicações.

(Pulso) Na noite anterior e no dia do festival, antes de sair de casa, alguma recomendação?

Priscilla Peixoto: Em primeiro lugar, evite bebidas alcoólicas no dia anterior ao show. Afinal, ninguém quer estar de ressaca durante o festival, certo? Aumente a ingestão de água, que além de refrescar, ajudarão a manter seu corpo hidratado e nutrido para aguentar a maratona.

Na noite anterior ao festival, evite comer fora de casa, para minimizar as chances de se ter alguma infecção intestinal, por alimentos preparados de forma inadequada na rua.

Coma alimentos que fazem parte do seu hábito alimentar. Nunca experimente algo que você nunca comeu ou bebeu na véspera do show! Pode ser que não aconteça nada, mas corre o risco do seu corpo não aceitar muito bem o alimento diferente.

Antes de sair de casa, é importante fazer um almoço reforçado, com verduras, legumes, carboidratos e proteínas magras.

Legumes e proteína leve como frango são boas dicas de comida para antes do festival
Legumes e proteína leve como frango são boas dicas de comida para comer no dia do festival

Evite comer alimentos gordurosos e carnes gordas, pois a gordura torna a digestão mais lenta e demora a se transformar em energia, atrapalhando a disposição da pessoa no festival.

A energia que vamos gastar ao longo do dia e no show deve vir da nossa alimentação, sobretudo dos alimentos fonte de carboidratos. Entretanto, não pode ser qualquer carboidrato. Nas refeições antes do show, é interessante incluir alimentos fontes de carboidrato que sejam ricos em fibras, integrais, pois a energia é absorvida e liberada aos poucos, e você terá disposição para enfrentar o dia.

Evite alimentos de alto índice glicêmico, como açúcares simples, doces, chocolates etc. Esses alimentos elevam a glicemia muito rápido, estimulando a liberação de insulina. Níveis elevados de insulina podem ocasionar “hipoglicemia de rebote”. Ou seja, a pessoa vai ficar fraca e sem disposição.

(Pulso) O que levar para comer e beber num festival? 

Priscilla Peixoto: A hidratação é primordial para sustentar muitas horas pulando debaixo do sol e também à noite. Beba muita água e, se for preciso, faça uso dos isotônicos, que repõe água e sais minerais que perdemos na transpiração. Este tipo de bebida também ajuda a prevenir cãibras.

Isotônicos e água ajudam a recuperar as energias durante o festival
Isotônicos e água ajudam a recuperar as energias durante o festival

Nesses festivais devemos pensar em praticidade, afinal, ninguém quer ficar carregando uma mochila super pesada durante o dia todo. A dica para não sobrecarregar os ombros é levar apenas o necessário e optar por comidas que não ocupem muito espaço.

Vale lembrar também que alguns alimentos devem ser evitados, porque como não estarão sob refrigeração, podem acabar azedando. Pães com ovos, salsicha e maionese por exemplo.

Invista nas frutas, mix de frutas secas (ex damasco, uva passa e banana passa), castanhas, barrinhas de cerais, biscoitinhos integrais etc.

Harts é uma das marcas que a Priscilla recomenda
Hart’s é uma das marcas que a Priscilla recomenda

Caso não haja a possibilidade de entrar com alimentos e bebidas, preste atenção nas condições de higiene das lojas que estarão vendendo comida. Veja se os alimentos estão acondicionados corretamente, se os funcionários higienizam as mãos, se seus uniformes estão limpos, etc.

(Pulso) Qual a recomendação com relação ao álcool?

Priscilla Peixoto: Claro que a ingestão de bebida alcoólica deve ser sempre evitada. Mas se não for possível, ingerir água na mesma proporção que se toma a bebida alcoólica e comer de 3 em 3 horas são estratégias para tentar minimizar os efeitos do álcool.

(Pulso) Que tipo de comida evitar comer e o que dar preferencia? Por exemplo, no Rock in Rio havia várias opções de comida, mas a galera lotava o Bob’s… O que é melhor nestes casos: Bob’s, Spoletto ou um Bibi (sucos e sandubas naturais)?

Priscilla Peixoto: Apesar de todo mundo acabar optando pelo hambúrguer, o ideal é que se evite esse tipo de alimento.

Como já dito anteriormente, alimentos ricos em gordura, tem uma digestão mais lenta e atrapalha a energia e disposição da pessoa no festival.

Optar por levar um sanduíche natural é muito mais saudável e econômico. Entretanto evite utilizar maionese e prefira queijo minas padrão (que tem uma durabilidade maior do que o frescal).

No Bibi Sucos, por exemplo, vc encontra opções mais leves e saudáveis do que no Bob’s ou Spoletto.

bela

(Pulso) Aqui, o mais crítico: o dia seguinte! Eu sinto sempre a maior vontade de comer massa, uma macarronada… O que comer depois desta maratona de horas em pé e quilômetros caminhados? Vale fugir da dieta um pouco? Algum suplemento?

Priscilla Peixoto: A vontade de comer carboidrato depois de uma maratona dessa é normal, já que seus estoques provavelmente foram consumidos em excesso no dia anterior. Mas nem por isso vale abusar.

Prefira carboidratos complexos, integrais e de baixo índice glicêmico, como pães integrais, batata doce, aipim etc. Sempre acompanhados de legumes, verduras e carnes magras.

Além da água, use e abuse da água de coco, um isotônico natural, que vai ajudar a repor todos os eletrólitos perdidos durante a maratona do festival.

(Pulso) E nos dias seguintes, até voltar a rotina? 

Priscilla Peixoto: Mantenha uma dieta equilibrada e balanceada nos próximos dias, que o próprio corpo se encarrega de entrar nos eixos novamente. Para uma dieta mais individualizada, busque orientação de um nutricionista.

Pris3
Para mais informações, os contatos da Priscilla seguem aqui: Facebook / Instagram / Site oficial