6 de dezembro de 2017/POR Pulso Crew

Se em 2017 tivemos festivais incríveis… resolvemos selecionar aqueles que temos certeza que irão voltar ainda melhores em 2018!

DEKMANTEL SÃO PAULO (Por: Aninha)

Fui de olhos fechados para a primeira edição do Dekmantel em fevereiro e me surpreendi com a qualidade musical do festival, organização e a vibe digna de festival europeu em pleno verão brasileiro. Foi um festivalzão da porra e em 2018 promete ser ainda melhor.

Foto Divulgação

COQUETEL MOLOTOV (Por: Carol Soares)

O festival pernambucano vem em uma crescente nos últimos anos e depois de problemas de produção no ano passado, mudou de lugar e parece ter acertado a mão! Foi uma das melhores experiências que já tive em festivais no Brasil. O público é maravilhoso, o line up é sempre criativo e divertido, com apresentações de Vogue Dance e o indescritível palco “Na Rural”, com uma seleção majestosa de artistas locais. Razão forte para marcar férias em outubro, dar um close no festival e aquela esticada na praia de Carneiros.

Foto Divulgação

LOLLAPALOOZA BRASIL (Por: Diego Moretto)

De uma pedrada só o Lollapalooza Brasil liberou o seu line up formidável para a edição 2018. Agora novamente são 3 dias e a ansiedade já está batendo.

Foto Divulgação

LOLLAPALOOZA BRASIL (Por: Fernando Massuyama)

O Lolla voltará a ter 3 dias, mas pela primeira vez em uma edição no Autódromo de Interlagos. O lineup é bom como sempre, mas parece um pouco concentrado no Domingo. Resta saber também se a estrutura estará adequada ao aumento de público que já se viu na última edição.

I Hate Flash

LOLLAPALOOZA BRASIL (Por: Franklin Costa)

Um dia a mais, line-up foda e a promessa de uma correção dos erros de produção que marcaram o 1º dia do festival deste ano. O Lolla 2018 tem tudo pra ser o melhor festival de grande porte do próximo ano no Brasil. Só não vacilar.

I Hate Flash

LOLLAPALOOZA BRASIL (Por: Inácio Martinelli)

Em 2013, quando ainda era controlado pela extinta Geo Eventos, o Lollapalooza Brasil expandiu de dois para três dias. A experiência não deu muito certo, visto que no ano seguinte o festival passou para as mãos da Time For Fun e voltou a ter apenas dois dias de duração.

Ano que vem, o evento criado por Perry Farrell será realizado de 23 a 25 de Março, no Autódromo de Interlagos. Sinal de que as contas estão fechando. Com headliners de peso – Pearl Jam, Red Hot e The Killers – e boas atrações intermediárias, o Lolla promete vir com tudo em 2018. Vamos torcer para dar certo!

I Hate Flash

MILKSHAKE (Por: Pedro Américo)

O melhor close certo em 2017 foi a vinda do Milkshake Festival para o Brasil. Diretamente da Holanda, onde já está em sua 5ª edição, um dos maiores festivais da diversidade aportou em São Paulo, cidade que promove a maior Parada do Orgulho LGBTQ. Realizado no “Milkshake Square” – formado por um complexo de casas noturnas, o que funcionou muito bem ditando o clima de balada ao festival. Empoderamento e diversão, com um público de cerca de 10 mil pessoas, 20 horas de duração, mais de 40 atrações e centenas de performances, tudo numa grande celebração a diversidade. O pensamento é único para 2018: “Milkshake, SHANTAY YOU STAY!”

Foto Divulgação

LOLLAPALOOZA BRASIL (Por: Rodrigo Rodríguez)

O Lolla cresce a cada ano e não será diferente em 2018. Terá 3 dias com atrações de diferentes estilos musicais, dessa vez um pouco mais comercial que os outros anos, mas sem perder sua identidade.

Foto Divulgação

LOLLAPALOOZA BRASIL (Por: Soraia Alves)

Voltando a ter 3 dias e mais atrações, o Lollapalooza Brasil promete resgatar um pouco da vibe inicial do evento, principalmente porque não é fácil ter pique para 3 dia de evento se você não gostar MUITO de festivais. Talvez, nessa edição, tenhamos uma presença maior de entusiastas da música que de coroas de flores na cabeça.

I Hate Flash