Rock Werchter: Nem Só De Tomorrowland Vivem os Belgas! - Pulso

Rock Werchter: Nem Só De Tomorrowland Vivem os Belgas!

Do dia 30 de junho à 3 de julho rolou o Rock Werchter, um festival belga ainda pouco divulgado no Brasil, mas super tradicional na Europa, já que existe desde 1976 e costuma apresentar line ups bem completos e para todos os gostos. Por lá já passaram como headliners David Bowie, The White Stripes, R.E.M., The Cure, Foo Fighters, QOTSA, Metallica, Pearl Jam e muitas outras bandas famosas.

Nesse ano os artistas mais aguardados eram Paul McCartney, Florence and the Machine, RHCP, The Offspring e Rammstein. Claro que além de todos os nomes do momento como Disclosure, Tame Impala, James Bay, Two Door Cinema Club, The Last Shadow Puppets, Ellie Goulding, Editors e Jake Bugg.

O evento é organizado a 40km da capital Bruxelas, no vilarejo de Werchter. O ticket custava EUR 228 para os 4 dias ou EUR 100 para um dia. Foram mais de 150.000 pessoas circulando por lá, sendo que 67.000 ficam acampadas para curtir o evento completo.

Rock Werchter - Line up

RockWerchter - Show da Ellie Goulding no Palco Principal

Rock Werchter - Super her¢is

Organização impecável

Esses caras sabem fazer um festival organizado desde o começo, como os transfers de Leuven para chegar em Werchter, já que dezenas de ônibus foram disponibilizados, sem causar fila e espera. Tanto nos campings quanto no evento, os banheiros eram super limpos (tinha papel e até descarga, ao invés dos tradicionais buracos de banheiros químicos).

Na entrada do festival tinham detectores de metal no estilo aeroporto para garantir a segurança e no Main Stage tinham áreas na frente do palco protegidas com grades para controlar o número de pessoas, mas que qualquer um tinha acesso, só precisava chegar antes de cada apresentação começar. Isso fazia com que fosse possível assistir aos shows bem de pertinho, sem muvuca!

Pessoas malucas e de todos os estilos!

Depois de 4 dias de convivência, concluímos que os belgas parecem meio malucos! Não sabemos quanto o álcool estava influenciando nas atitudes deles, mas a cada 5 minutos você via algum ato “sem noção”, como um amigo empurrando o outro na lama, ou brincadeiras que terminavam em beber cerveja da própria bota, ou simplesmente quererem aparecer em todas as fotos e vídeos que tentávamos fazer.

Rock Werchter - Artes

Rock Werchter - Palco principal

O que mais nos despertou a atenção foi o MIX de idade entre as pessoas que participaram do evento. Eram muitos adolescentes, que pareciam que estavam em sua primeira experiência em festivais, e também um pessoal mais experiente que já deveriam estar na sua 15ª edição e foram atrás dos shows das lendas como Paul McCartney, Robert Plant, Iggy Pop e Guy Garvey.

Além disso os estilos musicais também atraiam tribos diferentes. Tinha a galera do rock mais pesado que queria ver Rammstein, Bring Me the Horizon (BMTH) e The Offspring, assim como o pessoal do hip-hop pulado com Macklemore & Ryan Lewis e do pop eletrônico com Ellie Goulding, Years&Years e Disclosure.

Rock Werchter - Show Jake Bugg

O bendito recycling de copos

No primeiro dia do festival nos deparamos com uma incrível barraquinha de Recycling, que se você juntava 20 copos, trocava por cerveja, refri, água ou energético. Maravilha! Nós, assim como várias outras pessoas, ficávamos juntando copos do chão durante os shows para beber de graça! Até porque os preços das coisas lá dentro eram um pouco salgados (lanches por EUR 6, refeições de EUR 9 a 15 e bebidas em copos de 300ml por EUR 3).

Rock Werchter - Reciclagem

As várias formas de acampar

O festival tem 3 formas de acampamento para quem quer curtir todos os dias por lá. O mais luxuoso é um espaço chamado The Hive Resort, onde você tem diversos benefícios, além de uma barraca lindona te esperando montada! Já o The Hive Camping era uma área que você levava sua própria barraca, mas que também tinha algumas regalias como banheiros, internet, lojinha vendendo itens emergenciais, carregador de bateria e festas durante a madrugada.

Rock Werchter - CemitÇrio de sapatos

Rock Werchter - em frente ao Palco KlubC

Para quem não queria gastar nada com hospedagem, podia ficar no espaço geral de camping, onde os espaços eram mais disputados e quase nada de benefícios. No nosso caso, pagamos EUR 27 e ficamos no The Hive Camping, com a nossa querida barraca que precisou de vários reparos para não virar uma piscina depois de tanta chuva!

Experiência aprovada!

Depois de viver muitos festivais no Brasil e fora dele, concluímos que a organização do Rock Werchter dá um show na maioria. Eles fazem de tudo para que sua única preocupação seja aproveitar o line up sempre fantástico que o evento proporciona. Vale o investimento, principalmente por este ser um dos poucos festivais em que se você se programa, você consegue ver seu artista preferido na grade sem ter que esperar horas sendo espremido por isso! Definitivamente recomendamos!

Facebook, YouTubeInstagramSnapchat da Bruna e da Jode.

Bruna e Jode Por Bruna e Jode

A Bruna e a Jode são duas amigas que estão viajando pelo mundo em busca dos melhores festivais de músicas pela SUMMER, uma consultoria e produtora de conteúdo de viagens focadas em festas, baladas e festivais.

Posts Relacionados