10 de setembro de 2017/POR Ana Luiza Cavalcante

Considerado um festival transformacional, com raízes fixadas na cultura psicodélica e diversas atividades voltadas para a prática espiritual, o Universo Parallelo chega a sua 14º edição a partir do dia 27 de dezembro até o dia 04 de janeiro na Praia de Pratigi a 290km de Salvador na Bahia.

Depois que o festival começa com um ritual realizado por índios Pataxós – os donos da terra (e sim, eles tem livre trânsito no festival), mais de 600 DJs e produtores de dezenas nacionalidades se revezam em cinco palcos simultâneos que funcionam por 7 dias, 24 horas, sem intervalos.

Uma verdadeira cidade de bambu e palha para 20 mil interessados em conhecer toda a diversidade que a música eletrônica abraça é construída.

Divididos por vertentes, os palcos abrigam do minimal ao psy-dark-trance, além de shows e perfomances, todas com o pé na areia da praia; atividades culturais, galeria de arte, diversos workshops, cinema e um intercâmbio cultural que perpetua o festival como uma experiência única.

Entre as primeiras confirmações estão nomes como Astrix, Berg, Capital Monkey, Freedom Fighters, Infected Mushroom, Neelix, Vini Vici, Lenine, Liniker, Black Alien, Bnegão convida RussoPassapusso, V.Falabella, Tijah, Chapeleiro, Cosmic Sound entre outros.

Para viver o UP a regra é praticar o desapego dos confortos da vida moderna, pois não há cobertura de celular, energia elétrica ou chuveiro aquecido nos banheiros improvisados.