9 de janeiro de 2020/POR Franklin Costa

Como ir para o SXSW fazendo valer seu investimento?

Especialmente se essa for a sua primeira vez no maior festival de inovação do mundo, recomendo a leitura atenta desse post. Já estivemos em sete edições do festival e, em 2020, estaremos lá mais uma vez. Ou seja… tudo que você vai ler aqui são dicas que gostaríamos de ter sabido antes de viajarmos para Austin pela primeira vez.

A 6th Street de Austin durante o SXSW. Foto: Divulgação

Já escrevemos aqui sobre quanto custa participar do SXSW. Agora que você sabe, entenda como ir para o SXSW maximizando o retorno do seu investimento.

Como ir para o SXSW maximizando o retorno do seu investimento


1 – Planeje tudo com antecedência

O ideal são pelo menos 6 meses de antecedência. Pra ser mais exato, procure confirmar sua presença por volta de Julho do ano anterior, quando a produção começa a vender o lote “early bird” dos badges (inscrições).

Veja o caso do SXSW 2020. O custo dos badges (inscrições) do 1º lote variam de U$895 (Interactive/FIlm/Music) e U$1.225 (Platinum) para U$1.395 (Interactive/FIlm/Music) e $1.745 (Platinum) (até a semana do evento). São U$ 500 dólares de diferença. Na cotação atual (R$ 4.50 turismo)… uma diferença de aproximadamente R$ 2.250,00 (sem contar o IOF).

Além disso, o SXSW bloqueia todos os principais hotéis ao seu redor (em 2019, foram 58 hotéis oficiais). Ou seja, você só consegue garantir uma vaga neles depois de ter garantido o badge. Além dessas vagas acabarem rápido, se você tentar comprar por fora vai pagar um valor BEM mais alto. Isso, se conseguir.

O SXSW enche a cidade dia e noite. Foto: Divulgação

Ou seja, acredite no ditado “Deus ajuda a quem cedo madruga”. Para o SXSW, não é uma questão de fé.

2 – Transforme sua viagem numa jornada

Definitivamente, o SXSW não é aquele evento pra ir sem ter feito um bom dever de casa antes.

Já fiz um cálculo, por alto. Por hora, acontecem pelo menos de 20 a 30 sessions ao mesmo tempo. Por “sessions”, entenda conteúdos dos mais diversos tipos – palestras, workshops, leituras de livros etc – em múltiplas salas, em prédios diferentes. Sim, é bem fácil se perder no meio de tanta opções. Aprenda a lidar com o F.O.M.O (fear of missing out).

Barack Obama, keynote speaker do SXSW 2016. Foto: divulgação

Em 2019, o festival contou com 4.799 palestrantes divididos em 2.128 sessions. Se você se interessa por números e estatísticas, vale a pena conferir esse pdf produzido anualmente pelo festival.

Com licença, para um rápido merchan: se você quer ir para o SXSW como um expert, conheça nosso programa de mentoria. Vou explicar como funciona com mais detalhes no final desse post, ok?

3 – Vá acompanhado(a)

Tem outro bom ditado para maximizar sua experiência no SXSW: “se quiser ir rápido, vá sozinho. Se quiser ir longe, vá acompanhado(a)”.

O psiquiatra norte-americano William Glassler produziu um valioso estudo que explica como funciona nosso aprendizado. Confira a imagem:

A Pirâmide do Aprendizado de William Glassler

O que ele explica é bem simples. O melhor método de aprendizados é o ativo. Essa é a forma como mais retemos e internalizamos informações. O aprendizado ativo consiste em: “conversar com alguém sobre o que você aprendeu”, “praticar (aprender pela vivência)” e “ensinar aos outros”.

Por isso são tão importantes as “resenhas” ao fim de cada dia. Participar de um happy hour ou simplesmente se reunir com um grupo disposto a trocar impressões sobre o que viu. É nesse momento que você está construindo os blocos de aprendizado da sua experiência.

4 – É uma maratona, e não 100 metros rasos

Como você se prepara para uma maratona? Comendo hambúrguer, tacos e bebendo cerveja toda noite? Caindo na gandaia em happy hours diários? Eu sei, acredite, eu sei… Austin oferece tudo isso, do bom e do melhor.

Mas é preciso resistir à tentação. Especialmente nos primeiros dias do festival.

Happy hours e opções de eventos paralelos é o que não falta. Foto: Divulgação

Porque, entenda: o SXSW é uma maratona de conteúdos. Não são 100 metros rasos.

São 5 dias de festival (se você só considerar a etapa Interactive – o que acho um pecado, veja mais no próximo item da lista). As palestras acontecem das 9:00 da manhã às 17:00 da tarde. Todas em inglês, sendo algumas bem cabeçudas e que vão exigir bastante dos seus neurônios. E o pior: com pouco tempo para comer decentemente entre elas.


Claro que você pode recorrer sempre ao item 3 dessa lista, ou seja, aproveitar as conversas do happy hour e as resenhas do fim do dia. Mas se você quiser de verdade valer seu investimento, então recomendo (1) ter a disciplina de dormir cedo, (2) (tentar) se alimentar bem e (3) seguir a última dica desse post.

5 – Viva a experiência completa

O SXSW é o maior festival de inovação do mundo ocidental. São 22 tracks (trilhas temáticas) dividias em 3 macro temas – Interactive, Music e Film. Costumo dizer que SXSW é um evento para quem busca se conectar com o espírito do tempo. Conectar os pontos do presente para prever o futuro.


Dito isso, um dos maiores erros de quem vai ao SXSW pela 1ª vez é viajar para Austin para ficar trancado na sala assistindo somente aos conteúdos relacionados à sua indústria.

Porque, como sabiamente colocou a futurista Amy Webb na edição de 2019 do festival: “cada vez mais tendências surgem a partir do cruzamento das inovações de industrias aparentemente sem relação.”

Amy Webb é sempre uma das mais disputadas palestrantes do SXSW

Por isso, a última dica é essa: viva a experiência completa. Foque suas energias nas palestras do Interactive, se o seu lance é negócios. Mas se joga nos shows do Music. E, quando quiser dar uma descansada, viva uma experiência surreal de cinema no Alamo.

Bônus: Como ir para o SXSW 2020 com nosso programa de mentoria

Agora que você sabe as boas de como ir para o SXSW, conheça uma nova forma de maximizar seu investimento e curva de aprendizado no festival.

Nossa mentoria divide-se em 2 momentos:

1 – PRE-EVENTO


Todos os participantes receberão nosso treinamento sobre o SXSW, com todas as informações e muito mais dicas para hacker a sua experiência no festival. Você vai saber:


– o que é o SXSW, suas origens, evolução e relevância hoje em dia.
– um panorama de Austin, e porque entender a cidade é importante para entender também o SXSW
– como a programação dop SXSW se divide, as datas e tipos de conteúdos de cada um destes eventos
– o que e quais são as tracks do festival, porque é fundamental conhece-las para pesquisar a programação
– um tutorial de como funciona o App do SXSW, como navegar por ele e como personalizar sua programação
– quais são os assuntos mais quentes desta edição, as palestras e palestrantes mais aguardados, um breve descritivo das principais palestras e para quem elas são mais interessantes
– um mapeamento de eventos e encontros que acontecerão durante o evento para network e conexão

Entre outras informações, atualizados à medida que o evento for lançando novidades.

Os participantes também terão acesso a acesso a um grupo exclusivo, onde serão encaminhados links e dicas pre-evento.

Também participarão de uma LIVE exclusiva, com Franklin e Carol, guias da mentoria e que já estiveram no SXSW em 7 edições.

2 – DURANTE O EVENTO

Os participantes receberão uma curadoria de conteúdos diária com as indicações de conteúdo de cada dia, as ativações de marcas, eventos, atrações e experiências em Austin.

Também participarão de um encontro durante o festival, para nos conectarmos, trocarmos cartões e compartilharmos aprendizados.

Curtiu? Envie um email para journey@oclb.com.br para mais informações.

Keep Austin just like this

Nos vemos no SXSW 2020!