Um Pouco De Como Será o EDC Vegas 2016 - Pulso

Um Pouco De Como Será o EDC Vegas 2016

Las Vegas pode ser chamada de capital mundial do entretenimento adulto.  Lá estão os grandes cassinos, por lá acontecem os shows das maiores bandas do mundo, grandes espetáculos e a cidade conta com alguns dos clubs mais grandiosos que conhecemos por aí. E dentro desse circuito ela também sedia há anos o Electric Daisy Carnival (EDC), um dos principais festivais de música eletrônica do mundo.

O EDC comemora a partir de hoje a sua 20ª edição com 3 dias de festa, aliás, de puro carnaval e um desfile de fantasias (veja nossos posts das melhores do ano passado aqui – parte 1 e aqui – parte 2), com os maiores nomes da música eletrônica em todos os seus segmentos.

Produzido pela Insomniac, a produtora é responsável também por outras grandes marcas que acontecem no mercado de música eletrônica como White Wonderland, Nocturnal Wonderland, Bassrush e EDMBiz.

O site do EDC mais uma vez está muito completo, apresentando muitas informações e um ótimo conteúdo como playlists, notícias e o livestream, que será transmitido para quem quiser assistir pela internet. O Skydeck (área vip exclusiva do festival) dessa vez será patrocinado pela Marquee, marca de clubs estabelecida em Vegas e Nova York.

Do ano passado pra cá, não senti tantas mudanças em relação à produção do evento nem ao line-up. Inclusive muitos DJs que tocaram ano passado, estarão novamente esse ano. Mas a quantidade de nomes escalados de diferentes segmentos musicais impressiona e dá uma notoriedade ainda maior ao EDC, com artistas de peso, novos talentos e outros que estão se destacando mundialmente. Nos palcos podemos esperar muitos efeitos visuais e uma decoração que vai impressionar o público como todos os anos.

Na música, os maiores destaques continuam sendo os DJs do kinecticFIELD – o palco principal – que dentro dos seus sets de EDM tem procurado introduzir outras músicas de diferentes estilos musicais, sonoridades e BPMs, uma coisa meio que obrigatória nos dias de hoje e isso tenho observado bastante nas recentes apresentações deles em grandes festivais. Além da EDM como protagonista, os outros palcos também são um destaque a parte, fazendo uma democratização da música eletrônica trazendo diversos segmentos e gêneros do estilo.

Assista ao trailer oficial de 9 minutos:

O line-up

Para o EDC, o headliner sempre somos nós, que vamos até lá, que conhecemos e curtimos o festival, que consumimos a marca Electric Daisy ou apenas assistimos pela internet, e não apenas os artistas que vão se apresentar por lá.

EDC_LasVegas_Full_Lineup

Analisando melhor o line-up, teremos:

  • Os grandes nomes da EDM como Axwell & Ingrosso, Alesso, Kaskade, Afrojack, The Chainsmokers, Dada Life, Deorro, Tiesto, Martin Garrix, Dimitri Vegas & Like Mike
  • A house music de Armand Van Helden, Bad Boy Bill, Chris Lake, Duke Dumont, Sonny Fodera, The Magician, Mark Farina e Shiba San
  • Drum’n’bass com Bad Company e Delta Heavy
  • Nomes da nova safra da música eletrônica como Amtrac, Giraffage, Valentino Khan, SNBRN, Throttle, Sleepy Tom e Hannah Wants.
  • O techno estará muito bem representado por Chris Liebing, Loco Dice, Ritchie Hawtin e Umek
  • O trance também marca presença com o DJ Ferry Corsten apresentando seu projeto Gouryella, responsável por hits como “Gouryella” e “Walhalla” no final dos anos 90 além de Above & Beyond, Armin e Paul Van Dyk, que já passa bem depois de ficar hospitalizado após cair do palco onde tocava e marca seu retorno como DJ nos palcos. Ah, Paul Oakenfold vai tocar também!
  • Tropical house, a bass music, o psy trance e o hardstyle estão bastante presentes no line-up também, mas em proporção menor aos outros estilos.
  • O DJ Ftampa é o único brasileiro a se apresentar nessa edição do festival
  • E outras atrações sempre interessantes de assistir como A-Trak, Flux Pavillion, Eric Prydz, Lane 8, Dusky, My Digital Enemy, Jonas Rathsman e Tycho.

O EDC Brasil

O EDC aconteceu no Autódromo de Interlagos (SP) em dezembro do ano passado. Com uma estrutura bem parecida com a de Las Vegas, o festival foi muito bem recebido pelo público no Brasil mas sofreu com as fortes chuvas que caíram na cidade, e isso acabou levando um público menor do que o Lollapalooza por exemplo, que foi realizado no mesmo local.

Com aproximadamente 60 artistas divididos em quatro palcos muito bem decorados, foram memoráveis as apresentações de Jamie Jones, Skrillex (que soltou funk carioca e sertanejo no meio do seu set), The Magician, Gorgon City, Goldfish e Dash Berlin.

Segundo Pasquale Rotella, CEO e fundador da Insomniac, seriam realizadas outras edições do EDC no Brasil nos próximos anos, mas segundo boatos, esse ano pelo menos não deverá acontecer.

Vamos acompanhar então esse fim de semana o EDC e ver quais novidades serão apresentadas, tanto na produção como na parte musical!

 

Posts Relacionados