Review: SXSW 2015 - Pulso

Review: SXSW 2015

Em todo o festival, cada um cria sua própria versão. São recortes subjetivos, baseados na experiência vivida, expectativas e – dependendo da sorte – aquelas coincidências felizes, como os encontros aleatórios que tranformam-se em longas e inesperadas amizades.

Durante os 10 dias – e noites – do SXSW, não poderia ser diferente. Carol e eu estivemos lá. E para não deixar apagar da memória a chama, selecionamos um Top 10 dos nossos melhores momentos. Confere aí:

1. A melhor keynote session:  “AI, Immortality and the Future of Selves”, Martine Rothblatt, CEO of United Therapeutics.

Rothblatt_Spread1_RGB

2. O tema do ano: Inteligência Artificial.

3. A session mais emocionante:

(Carol) “Extreme Bionics – The End of Disability”, Hugh Herr, co-director Center for Extreme Bionics at MIT Media Lab.

(Franklin) “Bringing The Flying Car Into Reality”, Juraj Vaculik, CEO& Co-Founder of AeroMobil.

4. A session que mais surpreendeu:

(Carol) “User Experience Design Shaping Our World”, Genevieve Bell, Intel Labs, & Mimi Ito, UC Irvine.

(Franklin) “Dazed & Diesel: Insta-Identities & Crowdsourcing”, Nicola Formichetti, Creative Director Diesel, & Zing Tsjeng, Editor Dazed & Confused.

5. A melhor ativação de marca (e boca livre): Lounge Samsung.

6. O melhor happy hour pós sessions: Beatport Lounge.

7. A melhor presença de marca : Mophie, que trouxe este São Bernardo para salvar a bateria do seu celular quando você mais precisava.

mophie

8. A Experiência do Ano: assistir ao documentário “Raiders!” e ao “808” no Alamo Drafthouse, um cinema em que se pode comer fartamente e beber mais de 40 tipos de cerveja diferente durante o filme (entre outras esquisitices deliciosas que só poderia ter nascido em Austin).

9. Os aplicativos mais comentados: Snapchat, Lyft e Meerkat.

10. A melhor apresentação musical: Tokimonsta (LA), no Empire Control Room da PayPal.

Até 2016, Austin!

10374020_10203581925132688_4510632231900439185_n