Review: North Sea Jazz Festival 2017 - Desbravando um Festival em Rotterdam - Pulso

Review: North Sea Jazz Festival 2017 – Desbravando um Festival em Rotterdam

O respeitadíssimo North Sea Jazz Festival foi o primeiro festival de jazz que eu conheci fora do Brasil. As minhas expectativas eram grandes pois o show do Jamiroquai era o mais esperado de todos.

Programei para sair de Amsterdam por volta das 12h. Queria chegar cedo para conhecer cada canto do festival. O trajeto de trem até a estação central de Rotterdam leva mais ou menos 1h30.

Chegando em Rotterdam já me deparei com um show pocket rolando no saguão principal. Próximo ao palco um rapaz entregava o mapa e cronograma do festival. Várias pessoas iam se aproximando e entrando no clima logo ali.

Na estação de Rotterdam era preciso pegar um metrô até a estação mais próxima do local do evento. Sendo assim, seguimos e em 15 minutos chegamos ao destino.

A entrada do festival estava bem cheia e um pocket show incrível estava rolando por lá também.

Os portões abriam somente às 14h. Aproveitei para dar uma volta no Zuiderpark que fica atrás do Rotterdam Ahoy onde o evento é realizado.

A vibe de estar sentada no parque e curtir o festival estava melhor do que lá dentro (Rsrsrs).

Imagina um dia lindo, céu azul, calor, muito calor e um festival 50% indoor e 50% outdoor? Isso me deixou um pouco desanimada. O palco principal onde ia rolar o show do Jamiroquai era dentro de uma arena.

Fiquei a maior parte do tempo na área aberta dando uma volta pelos palcos menores.

O público era total acima dos 35 anos (acho que eu era uma exceção ali dentro). Cerveja era a bebida de todos.

Os shows que eu assisti em sua grande maioria eu não conhecia os artistas, mas foi muito legal conhecer a vibe de um festival de jazz fora do Brasil.

Infelizmente o show mais esperado ficou para ser visto aqui no Brasil em dezembro. Eu fiquei com medo de perder o trem de volta para Amsterdam já que o show do Jamiroquai encerrava o festival.

Jamiroquai

Aproveitei para sair do North Sea ainda com sol e fui dar um volta pela região próxima da estação central e me deparei com uma cidade totalmente diferente de Amsterdam.

Rotterdam Central Station
Rotterdam Station Blaak

Rotterdam é super moderna, com uma arquitetura contemporânea incrível e um mercadão daqueles cheio de coisas bacanas para se apreciar.

Markthal Rotterdam

 

Ana Luiza Cavalcante Por Ana Luiza Cavalcante

Desde 1990 ouvindo e respirando música. Produtora de eventos com base em Belo Horizonte mas que não deixa de viajar pelo mundo atrás do que ama: festivais.