Quase Tragédia de 2012 Não Afeta Prestígio do Bloc Weekend em 2015 - Pulso

Quase Tragédia de 2012 Não Afeta Prestígio do Bloc Weekend em 2015

Depois da quase tragédia de 2012, quando teve que ser cancelado na noite de abertura, com público já dentro e DJs tocando -, o Bloc Weekend volta ao calendário dos ingleses.

Relembrando para contextualizar: depois de ganhar nome e fama, o festival decidiu sair do interior da Inglaterra e fazer sua edição em Londres pela primeira vez, no complexo Pleasure Gardens. Com o evento já rolando, o problema começou na entrada, com um volume muito grande de pessoas chegando ao mesmo tempo. A produção diz que o staff do Pleasure Gardens não deu conta de organizar a entrada, o que gerou um tumulto inicial e a consequente invasão do local por pessoas sem ingresso. Dessa forma, o local ficou superlotado e a festa foi interrompida.

Como ainda era relativamente cedo e ainda havia muita gente para chegar, a segurança decidiu cancelar o evento, já que o lugar não ia suportar tanta gente. No jogo de acusações que se seguiu ao cancelamento, a produção colocou a culpa no Pleasure Gardens, e vice-versa. O fato é que, depois da baixaria, o festival não aconteceu nos anos seguintes.

Porém, o que se vê em 2015 é que o trauma de 2012 – e as porradas enormes da imprensa e do público – parece não ter afetado em nada seu prestígio: o festival eletrônico acontece esse fim de semana novamente – dessa vez em seu lugar original – e tem um line-up muito, mas muito poderoso. Um dos nomes confirmados para esta edição é Carl Craig com seu projeto Detroit Love, em que leva uma trupe de DJs amigos de Detroit para tocarem juntos e assim manter viva a importância da cidade no cenário techno mundial. Entre os que vão tocar no Bloc com Craig estão: Moodyman, Levon Vincent, Omar S e Moritz Von Oswald. Fraco, né?  =D

line_bloc

 

O festival fez uma entrevista bem bacana com Carl Craig, que explicou todo o conceito do Detroit Love. Confere no link.