Festivais e Redes Sociais: Quem Fala Sobre o Quê? - Pulso

Festivais e Redes Sociais: Quem Fala Sobre o Quê?

Os festivais de música são hoje eventos transmidiáticos, que extrapolam os limites do tempo e espaço onde ocorrem. Grandes festivais já vendem os ingressos do próximo ano logo após o final da última edição, os conhecidos early bird tickets.

O longo ritual que começa com cadastro, se estende pela compra de ingresso, anúncios de line up, planejamento de viagem, preparação e finalmente, chegada ao festival, faz com que a experiência seja prolongada por meses, através de computadores e smarphones conectados a quilômetros de distância dos palcos. Depois tem a volta pra casa, o compartilhamento de fotos e vídeos, contatos com novos amigos e o recomeço para o próximo festival.

As redes sociais são os grandes catalisadores dessa experiência, antecipando e perpetuando o festival. Mas sobre o quê e quando as pessoas conversam e compartilham informações sobre os festivais? Para responder a essas perguntas a Eventbrite, plataforma de planejamento, promoção e venda de ingressos, realizou uma pesquisa compreendendo 25 milhões de conversas públicas nas redes sociais ao longo de um ano. Em parceria com a agência Mashwork, eles analisaram as hashtags dos principais festivais norte americanos no Twitter, Facebook, blogs e foruns.

O que eles encontraram é que a maioria das conversas nessas redes sociais acontecem antes (45%) e durante (43%) o evento. Porém, o conteúdo postado nesses dois momentos é bem diferente. Ansiedade é o que dá o tom da conversa antes do evento, já que 32% dos temas mais comuns foram o FOMO e antecipações. Interessante é ver que FOMO é tema de 21% das conversas do público sobre festivais de música enquanto esse valor é de apenas 8% quando considerados todos os tipos de eventos (incluindo shows isolados e eventos esportivos).

Tomorrow

Galera super ansiosa nos posts e comentários dos grupos sobre o Tomorrowland Brasil

As conversas sobre FOMO, antecipações, ingressos e preparações que ocorrem antes do evento, dão lugar a muitas fotos e vídeos postados durante o festival. Neste momento, quase a totalidade das conversas foi composta de material multimídia e citações.

Embora o volume de interações após o evento diminua bastante (12%), o que predomina neste momento são os comentários negativos, que correspondem a 3/4 do volume total das conversas.

Infographics

Carol Soares Por Carol Soares

Don't ask about my job. Don't ask what I do. Judge the way I dance.

Posts Relacionados