13 Razões Porque o Ultra já é o Festival Eletrônico Mais Importante do Ano - Pulso

13 Razões Porque o Ultra já é o Festival Eletrônico Mais Importante do Ano

*texto escrito em parceria com o colaborador Pulso, Rodrigo Rodríguez.

Sim, vai ter Ultra! Após uma odisseia sobre a realização do evento, com mudança de local de última hora e uma crise evidente por todos os lados (leia aqui o ótimo post do Stereominds sobre o assunto), a cidade maravilhosa vai receber a primeira edição deste que é considerado o melhor festival de música eletrônica do mundo.

O Ultra Music Brasil é aguardado por milhares de brasileiros (e estrangeiros) que estão se programando há meses por este final de semana que já nasceu histórico.

Sabemos que não faltam motivos para amar o #UMF, mas para aquecer a caixa de som e dar aquele start maroto, listamos 13 razões que provam que o Ultra Music é O festival de música eletrônica do ano. Aumenta o grave!

1. O melhor festival de música eletrônica do mundo no RIO

Com sede em Miami, o Ultra Music Festival roda o mundo em tour com edições já realizadas em cidades como Ibiza, Seul, Santiago, Tokyo e muitas outras. Entretenimento que gera economia e empregos na região em edições de sucesso.

A o festival-sede foi escolhido neste ano pela DJ Mag como “o melhor festival de música eletrônica do mundo”. Faz por onde e agora teremos uma edição carioca. Um sonho.

2. Ultra Survival Edition

É galera, não foi fácil. Nas últimas semanas ficamos aflitos com todos os problemas que foram surgindo visando o impedimento da realização do festival no Rio de Janeiro. Órgãos públicos como o IPHAN e o IBAMA resolveram chiar com a organização 15 dias antes da realização. O que parecia inacreditável, aconteceu: novamente, o Ultra Music Festival precisou mudar o seu local e agora acontecerá no Sambódromo.

O festival já tinha saído do Aterro do Flamengo para a Quinta da Boa Vista, devido ao veto do mesmo IPHAN, e a uma semana antes da realização do evento, foi obrigado a mudar novamente, agora para a terra do samba. Segura!

3. Rumo ao Sambódromo minha gente!

Agora definitivo, o local onde acontecerá o Ultra Music Festival Rio será na Marquês de Sapucaí, terra do samba, cartão-postal da cidade, idealizado para eventos deste porte e com a música e a alegria misturada ao concreto do espaço. Pode ser que tudo acabe em samba, mas no final de semana do dia 14 de outubro, o grave é quem vai dar as cartas na mesa da emoção.

4. Prepara-se porque a estrutura é GIGA

As edições do Ultra são conhecidas pela infra estrutura gigantesca e, por aqui, não vai ser diferente. Desde o imponente mainstage até os serviços distribuídos pelo festival e que buscam tornar a sua experiência ainda mais única. Aproveite tudo!

5. Os três palcos

É o festival ideal para os amantes de música eletrônica. São três palcos bem divididos e com vertentes distribuídas. O Ultra Mainstage, por exemplo, irá abrigar os principais nomes da música eletrônica dita mais comercial, como Hardwell e o menino prodígio Martin Garrix.

Já o surpreendente palco Resistance, com artistas como Carl Cox e Tale of Us, é mais focado nas vertentes mais underground do Techno e do House.

E é no terceiro palco, o UMF Radio, onde você vai dançar muito trance na sexta com nomes como Tomas Heredia, Cosmic Gate, Markus Schulz, Infected Mushroom e Sesto Sento, além do DJ Chapeleiro, que é muito esperado em terras cariocas por seus sets e mash-ups super criativos.

6. Resistance Stage

Como explicamos anteriormente, o palco Resistance abrigará uma seleção de ouro do underground mundial. Dos alemães do Tale of Us, passando pelas mãos do mestre Carl Cox e chegando até a celebrada DJ Anna, “coisa nossa”. Famosa label party, a Resistence tem feito parte da tour do festival pelo mundo, com um sempre belo line up e um palco que impressiona, como o da edição Rio. Na terra do EDM, o under reina!

7. E por falar em Line Up…

O que são esses dois dias de Ultra Music Festival Braseel¿¿¿! #dead

Sério, é como se os maiores nomes das principais vertentes de música eletrônica do mundo estivessem reunidos neste final de semana na cidade carioca. Hardwell, Krewella, Martin Garrix, Steve Aoki, Carl Cox, Tale of Us, Above & Beyond, Hot Since 82, Ftampa, Alok… e dezenas de outros artistas incríveis. Tipo sonho, saca? #SQN #éReal

8. O lugar ao sol do EDM

O estilo que consagrou DJs como Steve Aoki, Hardwell e Alok vira e volta é envolvida em polêmicas e condenações por diversas partes. Hoje o EDM busca renovação para fugir da zona de saturação, mas sabemos que o subgênero ainda é o protagonista quando falamos do palco principal do Ultra.

9. Explosão de Luzes e Cores

Não estamos falando de nenhum novo modelo de TV e sim do sempre impecável sistema de iluminação do festival. Principalmente quando falamos do Ultra Main Stage, ou palco principal: milhares de leds reluzem como ouro e acompanham o tamanho do palco. É um espetáculo de cores que casam perfeitamente com o som. E ainda tem o show pirotécnico… Fabuloso!

10. Foca na Música

Lá no Ultra não tem muito espaço para cenografias exóticas e parque de diversões – e nem estamos falando de geografia. O foco é a música. É um festival onde a música é mesmo a protagonista, com a sua curadoria de encher os ouvidos e fazer o coração bater mais forte. Os leds e as intervenções fazem a magia ficar completa.

11. Nacional

Mas sem essa de “festival gringo não dá oportunidades para talentos da terra”. No UMF o que não faltam são artistas nacionais incríveis preenchendo o line up com muito talento e familiaridade. Brazilian Bass e low BPM em peso: Alok, Vintage Culture, Chemical Surf, Cat Dealers, Illusionize, Gabe e muitos outros. E O EDM Nacional também vai muito bem, obrigado: Marcelo Cic, Ftampa e o Felguk são alguns dos nomes que vêm pro Ultra.

Sem esquecer do triunfo brazuca do Techno representado por artistas como a DJ Anna, o Renato Ratier, o Renato Cohen, entre outros. Já preparou o seu set times?

12. É pra se jogar!

O Ultra Music Festival também é conhecido pela vibe indescritível que percorre o espaço. Seja você mesmo, dance muito, beije muito e esqueça do mundo exterior por algumas horas. Viva o Ultra, aproveite cada segundo e faça deste momento mágico. Sem k.o., só paz!

13. Rio de Janeiro

É a primeira edição do festival na cidade maravilhosa, cartão-postal do Brasil e conhecida cidade da beleza e do caos. Se você vem de fora, aproveite o melhor que a cidade pode te oferecer. Caso você habite nessa terra do amor, divirta-se que o maior festival de música eletrônica da Terra chegou e veio pra ficar!

#taacontecendo

#vaiterUltra

#UltraRio

#sambodromoEletronico

Posts Relacionados